Arquivo de etiquetas: cheias

Cheias no Vale do Tejo 2010 – Santarém

Ponto da situação às 19 horas de ontem. O comunicado do Governo Civil e algumas fotos.

“Comunicado à imprensa nº 14/2010
19h00, 24 de Fevereiro

Plano de Cheias em Alerta Amarelo

O Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, continua no nível de Alerta Amarelo, depois de ter sido accionado a 22-02-10.

PREVISÃO HIDROLÓGICA

Para os próximos 2 dias prevê-se que a barragem espanhola de Alcântara continue a debitar valores de caudal próximos dos 2.600 m3/s, sendo que, nomeadamente, em Almourol se continuem a registar valores de caudal próximos, em média, dos 3.000 m3/s, durante esse mesmo período de tempo.
Prevê-se assim que a situação agora observada ao longo do Tejo se mantenha durante as próximas horas, com ligeiras flutuações sem grande significado.

PREVISÃO METEOROLÓGICA

Para as próximas horas (24 e 25/Fev), o IM aponta para a ocorrência precipitação, por vezes forte, e trovoada nas regiões a norte do Sistema Montanhoso Montejunto Estrela, com especial incidência no Minho e Douro Litoral entre, não estando, no entanto, afastada a hipótese de ocorrerem aguaceiros pontualmente fortes mais a Sul.
A possibilidade de ocorrência de neve acima dos 1300 metros, não deverá afectar o distrito de Santarém.

CENÁRIO PREVISÍVEL

  • Manutenção da situação actual

CENÁRIO VERIFICADO

Município de Constância:

  • Inundação da parte baixa da vila de Constância, nomeadamente parte do jardim junto ao rio e parque de estacionamento, estrada do campo e via junto à Casa de Camões

Município de Vila Nova da Barquinha:

  • Submersão do cais de Tancos

Município da Golegã:

  • Submersão da EN365 Quinta da Broa/ ponte do rio Almonda

Município de Alpiarça:

  • Submersão da EM 1369 Alpiarça/ Torrinha (estrada do campo)

Município de Santarém:

  • Submersão da EM entre Pombalinho e Reguengo do Alviela
  • Submersão da EN365 com isolamento da povoação de Reguengo do Alviela
  • Submersão da EM que liga Ribeira de Santarém e Vale de Figueira

Município de Coruche:

  • Submersão do caminho municipal entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EM 515 (freguesia do Biscainho), estrada de campo
  • Submersão do caminho municipal entre a EN 114-3 (freguesia de Coruche e Fajarda) e a EN 119 (de ligação para Biscainho ou rotunda do Monte da Barca (estrada de campo), ambos por influência do rio Sorraia

Município de Benavente:

  • Submersão da EM 1456 entre Benavente e a Recta do Cabo (estrada do campo), por influência do rio Sorraia

______________________________________________________

  • Na região influenciada pela Bacia Hidrográfica do Tejo, estão ainda afectados vários caminhos vicinais, junto a linhas de água

SITUAÇÕES ESPECIAIS

Considerando a situação hidrológica e meteorológica, actuais e previstas, é de considerar a possibilidade de inundações localizadas em zonas urbanas e na rede viária, pelo que a população em geral deverá ter o máximo cuidado com a condução de veículos, evitando passar em zonas submersas e respeitando as determinações das autoridades.

O actual caudal do rio Tejo torna também perigosas e consequentemente desaconselhadas actividades profissionais ou outras nas margens ou no leito do rio Tejo e seus afluentes.


CONSELHOS À POPULAÇÃO
• Deverá ter o máximo de cuidado com a condução de veículos, evitando passar em zonas submersas e respeitar as determinações da sinalização e das autoridades;

• Manter-se informada, principalmente se reside numa região habitualmente sujeita a inundações e desenvolver as acções necessárias para a sua protecção, da família e dos seus bens;

• Retirar do leito do rio e das zonas normalmente inundáveis, os equipamentos agrícolas e indústriais;

• Levar os animais para locais seguros;

• Acompanhar o evoluir da situação, junto das entidades competentes e pelos órgãos de comunicação social;

• É importante que as pessoas tenham consigo, um rádio e pilhas e que cumpram as informações dadas.”


Alerta amarelo de cheias na bacia do Tejo e Sorraia

Aqui fica o último comunicado do Governo Civil de Santarém.

Comunicado à imprensa nº 11/2010
20h00, 22 de Fevereiro

Plano de Cheias em Alerta Amarelo
Após ter sido Activado o Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo em Alerta Azul, hoje pelas 02h40, foi determinado accionar para o nível de Alerta Amarelo, às 11h30, após um briefing de ponto de situação no CDOSS em Almeirim.
A decisão foi tomada pela Governadora Civil de Santarém, Sónia Sanfona, e ratificada pela Comissão Distrital de Protecção Civil, durante a reunião realizada esta tarde pelas 17 horas.
A decisão deveu-se à descarga de barragens na Bacia Hidrográfica do Tejo e à previsão do Instituto de Meteorologia e Geofísica, que aponta para a continuação de precipitação nos próximos dias.
Prevê-se para as próximas horas um aumento do caudal do Rio Tejo e seus afluentes.
Neste sentido, tendo em conta a evolução hidrológica, a Governadora Civil de Santarém, determinou a ACTIVAÇÃO do Plano Especial de Emergência para Cheias na Bacia do Tejo, e a posterior subida do nível de alerta.
Na bacia hidrográfica do rio Sorraia, também se verificaram descargas que provocaram a subida do nível das águas.
Será prestada nova informação nas próximas horas.

PREVISÃO HIDROLÓGICA

Segundo a informação os débitos das barragens espanholas e portugueses vão continuar a verificar-se nas próximas horas, particularmente os das barragens espanholas, que poderão registar um aumento nos próximos dois dias.
A jusante da estação hidrométria de Almourol poderá registar-se um aumento ligeiro do nível das águas.

CENÁRIO PREVISÍVEL
Próximas horas:
• Submersão do cais de Tancos e do cais do Arrepiado
• Submersão da zona baixa da Vila Nova da Barquinha (Av. Dos Plátanos)
• Submersão da EN 365 na ponte do rio Alviela

• Eventual Submersão da EN 365 a jusante do Pombalinho, isolando a povoação de Reguengo do Alviela
• Submersão da via junto à Casa de Camões em Constância
• Submersão da EN 365 em Palhais em Santarém

CENÁRIO VERIFICADO
Município de Constância:

• Inundação da parte baixa da Vila de Constância, nomeadamente parte do jardim junto ao rio e parque de estacionamento.
Município da Golegã:

• Dique D’El Rei na foz do rio Almonda já foi galgado na freguesia da Azinhaga.
Município de Vila Nova da Barquinha:

• Inicio da submersão do cais de Tancos.
Município de Coruche:

• Submersão dos caminhos municipais entre a EN 114-3 e a EM 515, e entre a EN 114-3 e a EN 119, por influência do rio Sorraia.
Bacia do Tejo:

• Vários caminhos vicinais em zonas agrícolas, junto a linhas de água (Tejo e afluentes), encontram-se submersos.

SITUAÇÕES ESPECIAIS
Considerando a situação hidrológica e meteorológica, actuais e previstas, é de considerar a possibilidade de inundações localizadas em zonas urbanas e na rede viária, pelo que a população em geral deverá ter o máximo cuidado com a condução de veículos, evitando passar em zonas submersas e respeitando as determinações das autoridades.

A previsão do aumento do caudal do rio Tejo torna também perigosas e consequentemente desaconselhadas, actividades profissionais ou outras, nas margens ou no leito do rio Tejo e seus afluentes.

A precipitação forte que pode ocorrer nalgumas zonas do distrito de Santarém, pode fazer aumentar rápida e significativamente o caudal de alguns afluentes do Tejo.

É dada especial atenção ao caudal do rio Nabão, em particular a montante da cidade de Tomar.
CONSELHOS À POPULAÇÃO

• Deverá ter o máximo de cuidado com a condução de veículos, evitando passar em zonas submersas e respeitar as determinações da sinalização e das autoridades;

• Manter-se informada, principalmente se reside numa região habitualmente sujeita a inundações e desenvolver as acções necessárias para a sua protecção, da família e dos seus bens;

• Retirar do leito do rio e das zonas normalmente inundáveis, os equipamentos agrícolas e industriais;

• Levar os animais para locais seguros;

• Acompanhar o evoluir da situação, junto das entidades competentes e pelos órgãos de comunicação social;

• É importante que as pessoas tenham consigo, um rádio e pilhas e que cumpram as informações dadas.

O Gabinete de Imprensa
Marcelo Mendes